www.cimentonline.com.br

Venda de cimento em fevereiro ainda em queda

Os fabricantes de cimento do Brasil continuaram registrando queda de vendas em fevereiro, com recuo de 15,3 por cento no volume comercializado no mês passado sobre o mesmo período de 2016, informou a associação que representa os produtores, SNIC.

O setor apurou vendas de 3,9 milhões de toneladas de cimento em fevereiro, após 4,6 milhões um ano antes. Na comparação por dia útil, melhor indicador da indústria por considerar o número de dias trabalhados, as vendas de cimento no mercado interno em fevereiro de 2017 subiram 8,6 por cento em relação a janeiro, mas caíram 11 por cento sobre fevereiro do ano passado.

No primeiro bimestre, o setor acumula queda de 9 por cento nas vendas no país, a 8,22 milhões de toneladas, segundo o Snic. A queda, porém, é menos intensa que o recuo de 13,8 por cento acumulado nos dois primeiros meses do ano passado. A indústria brasileira de cimento deve amargar em 2017 o terceiro ano de queda nas vendas e alcançar um nível de capacidade ociosa perto dos 50 por cento. A expectativa para este ano é de queda de 5 a 7 por cento nas vendas, disse em janeiro o presidente do Snic, Paulo Camillo Penna.

Em fevereiro, todas as regiões apresentaram queda nas vendas na comparação anual, com destaque para o recuo de 26,7 por cento no Centro-Oeste e recuo de 16 por cento no Nordeste. A região Sudeste teve baixa de 13,4 por cento, o Sul apresentou recuo de 13,9 por cento e o Norte teve queda de 9,1 por cento.

Fonte: Reuters

Postado em:
9 mar 2017 às 12:35hs
Icone do Facebook Icone do Twitter Icone do Google Plus Icone do Linkedin


Outras Notícias


Parceiros