CADASTRE-SE

Consumo mundial de cimento deve atingir novos recordes

A revista “International Cement Review”, do Reino Unido, anunciou a publicação de seu último “Global Cement Report” (relatório global do setor de cimento), de 400 páginas, que traz análises e previsões sobre a indústria do cimento em todo o mundo, com cobertura de 160 países e detalhamento inigualável. Em essência, o novo relatório observa que o crescimento do consumo mundial de cimento desacelerou 2,4 por cento em 2008, caindo para 2830Mt, mas se recuperando em 2009, com 2998Mt, e em 2010, com 3294Mt, resultando em taxas de crescimento anual de 5,9 por cento e 9,9 por cento, respectivamente, nesses dois últimos anos.   Para 2012, as previsões de consumo de cimento no mundo indicam que será atingido o recorde de 3859Mt. No momento, a China prevalece como maior consumidor mundial de cimento, com 1851Mt em 2010, quase o dobro dos níveis de 2004, enquanto a Índia, o segundo maior consumidor mundial, registrou 212Mt em 2010. Os Estados Unidos, o terceiro maior consumidor, viu a demanda cair para 69Mt. O comércio mundial de cimento e clínquer foi de 150Mt em 2010 – desse volume, o comércio marítimo foi responsável por 105Mt, segundo as estimativas. Do total do comércio internacional, cerca de 50Mt foi de clínquer. A Turquia é, atualmente, o país que registra a maior exportação mundial de cimento e de clínquer, com vendas de 19Mt em 2010, superando a China, com um volume de exportações de quase 17Mt. A Tailândia ficou em terceiro lugar, com um volume de exportações de 14Mt de cimento e clínquer. O Bangladesh é atualmente o maior importador de cimento e clínquer do mundo, com um volume de importações de 12Mt em 2010, seguido pela Nigéria, com 7Mt, e EUA, com quase 6Mt (importações de 36Mt, em 2006). A Lafarge mantém sua posição de maior vendedora mundial de cimento, com 141,2Mt e um volume de negócios de EUR 11,884m, à frente da Holcim, com vendas de 136,7Mt de cimento e um movimento de EUR 15,691m. A HeidelbergCement permanece em terceiro lugar, à frente da Cemex, Italcementi e Buzzi Unicem. A Holcim, entretanto, detém a liderança em termos de capacidade global de distribuição de cimento de 212Mt, 11Mt a mais que a Lafarge. O “Global Cement Report” também traz previsões país a país, incluindo consumo, produção, exportações e importações até 2012. Esse trabalho especial de referência vem acompanhado de um indispensável CD, fornecendo 20 anos de dados estatísticos, em formato Excel, organizado por país e região geográfica. O relatório já está disponível, para compra imediata, em nosso website:http://www.cemnet.com/publications/GlobalCementReport9 Nota aos editores: A revista “International Cement Review” é reconhecida em todo o setor de cimento como a principal fornecedora de informações detalhadas sobre cimento, destinadas a CEOs, gerentes, produtores, distribuidores e especialistas em transporte, desde 1988. Contato David Hargreaves, +44(0)1306-740363 FONTE: International Cement Review

Postado em:
11 abr 2011 às 15:12hs
Icone do Facebook Icone do Twitter Icone do Google Plus Icone do Linkedin


Outras Notícias


Parceiros