CADASTRE-SE

Vendas de Cimento não reagem em setembro

Vendas de Cimento não reagem em setembro/16

De acordo com dados divulgados pelo SNIC (Sindicato Nacional da Indústria do Cimento),  as vendas internas de cimento no Brasil não reagem e, em setembro de 2016, ainda registram queda em relação ao mesmo ano de 2015. A queda registrada no comparativo mês a mês foi de 13,0%, enquanto que nas vendas acumuladas de janeiro a setembro a queda foi de 12,9%, ligeiramente inferior ao número registrado no acumulado anterior, até agosto/16, que foi de 13,30%.CimentOnline - Toda Obra Começa Aqui

Vendas de CIMENTO em Mil Toneldas

RegiõesAgos/16Set/15Set/16 Dif%
Set/Ago
2016
Dif%
Set/Set
16/15
Jan-Set
2015
Jan-Set
2016
Dif %
Acum
Norte276302272-1,44%-9,9%2.4662.268-8,0%
Nordeste1.1051.3091.052-4,79%-19,6%10.9439.539-12,8%
Centro-Oeste548669538-1,82%-19,6%5.8094.678-19,5%
Sudeste2.2492.4572.215-1,51%-9,8%23.02219.703-14,4%
Sul7338057461,77%-7,3%7.4427.089-4,7%
Brasil4.9115.5424.823-1,79%-13,0%49.68243.277-12,9%

Os resultados, embora desanimadores para o primeiro mês do último quadrimestre do ano, tanto quando comparados com os números de 2015, como com os resultados absolutos do mês anterior, já que em ambas as análises os resultados foram, também, negativos. Analisamos os realizados diários de cada mês, resultado mais realista, por levar em consideração os dias úteis do período, descontando eventuais feriados e considerando os sábados com apenas 1/2 dia disponível para as vendas. Na análise, na comparação com o mês imediatamente anterior (agosto/16), registrou-se um pequeno crescimento de 5,9%. Ou seja, mesmo com resultados ainda ruins no mês e no acumulado ano, houve um ligeiro crescimento nas vendas de setembro em relação a agosto, conforme gráfico das vendas diárias de dezembro/15 a setembro de 2016.venda-cimento-setembro-2016-png

Venda cimento SNIC x ANAMACO

Em uma outra análise, identificada pela pesquisa realizada pela ANAMACO (Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção), as vendas de materiais de construção no varejo registraram um crescimento de 5% em setembro/16, quando comparadas com o mesmo mês do ano anterior, ou seja, na ponta, no varejo,  houve um crescimento mensal nas vendas das lojas de material de construção, para os vários materiais do varejo, entre eles o cimento. De acordo com a pesquisa, no acumulado do ano, o setor apresenta uma queda de apenas 8%, mesma retração apresentada nos últimos 12 meses. Enquanto que, para uma análise apenas do produto básico cimento, vendido para todos os segmentos, diretamente pelas indústrias produtoras, a queda acumulada até setembro é de 12,9%. Ou seja, para o cimento a queda é maior no atacado que no varejo.

Venda de Cimento no Brasil

A expectativa é que o setor feche o ano com vendas totais de 56,5 milhões de toneladas, registrando uma queda de 12% a 13% sobre as vendas de 2015, que chegaram a 64,8 milhões de toneladas

venda-cimento-2005-a-2016

Em 2014, no auge da demanda, o consumo superou 70 milhões de toneladas, sendo o melhor resultado do setor. Neste ano, o consumo de cimento recuará aos anos de 2009/2010.

CimentOnline - Toda Obra Começa Aqui

Postado em:
11 out 2016 às 21:32hs
Icone do Facebook Icone do Twitter Icone do Google Plus Icone do Linkedin


Outras Notícias


Parceiros