www.cimentonline.com.br

CP V-ARI – Cimento Portland de alta resistência inicial

O cimento portland de alta resistência inicial (CP V – ARI) tem a peculiaridade de atingir altas resistências já nos primeiros dias da aplicação. O desenvolvimento da alta resistência inicial é conseguido pela utilização de uma dosagem diferente de calcário e argila na produção do clinquer, bem como pela moagem mais fina do cimento, de modo que, ao reagir com a água, ele adquira elevadas resistências, com maior velocidade. O clínquer é o mesmo utilizado para a fabricação de um cimento convencional, mas permanece no moinho por um tempo mais prolongado. O cimento continua ganhando resistência até os 28 dias, atingindo valores mais elevados que os demais, proporcionando maior rendimento ao concreto. O CP V-ARI assim como o CP-I não contém adições (porém pode conter até 5% em massa de material carbonático). O que o diferencia deste último é o processo de dosagem e produção do clínquer. O CP V-ARI é produzido com um clínquer de dosagem diferenciada de calcário e argila se comparado aos demais tipos de cimento e com moagem mais fina. Esta diferença de produção confere a este tipo de cimento uma alta resistência inicial do concreto em suas primeiras idades, podendo atingir 26MPa de resistência à compressão em apenas 1 dia de idade. É largamente utilizado em produção industrial de artefatos, onde se exige desforma rápida, concreto protendido pré e pós-tensionado, pisos industriais e argamassa armada. Por se tratar de um cimento de maior custo de produção e, normalmente, com preços mais elevados que os demais tipos, em 2012 apenas 8% de todo o cimento consumido no Brasil foi do tipo CP V-ARI.

 

CP V-ARI – Cimento Portland de alta resistência inicial

O cimento Portland de alta resistência inicial tem alta reatividade em baixas idades em função do grau de moagem a que é submetido. O clínquer é o mesmo utilizado para a fabricação de um cimento convencional, mas permanece no moinho por um tempo mais prolongado. O cimento continua ganhando resistência até os 28 dias, atingindo valores mais elevados que os demais, proporcionando maior rendimento ao concreto. É largamente utilizado em produção industrial de artefatos, onde se exige deforma rápida, concreto protendido pré e pós-tensionado, pisos industriais e argamassa armada. Devido ao alto calor de hidratação, não é indicado para concreto massa. Contém adição de até 5% de fíler calcário. A ausência de pozolana não o recomenda  para concretos com agregados reativos.

CP V-ARI

Especificações ABNT

ENSAIOS FÍSICOS
Blaine (cm²/g)

>3000

NBR NM 76

Tempo de início de pega (h:min)

>1

NBR NM 65

Tempo de fim de pega (h:min)

<10

NBR NM 65

Finura na peneira # 200 (%)

<6,0

NBR 11579

Finura na peneira # 325 (%)

NBR 9202

Expansibilidade a quente (mm)

<5,0

NBR 11582

Consistência normal (%)

NBR NM 43

Resistência à compressão 1 dia (MPa)

>14,0

NBR 7215

Resistência à compressão 3 dias (MPa)

>24,0

NBR 7215

Resistência à compressão 7 dias (MPa)

>34,0

NBR 7215

Resistência à compressão 28 dias (MPa)

NBR 7215

ENSAIOS QUÍMICOS
Perda ao fogo (%)

<4,5

NBR 5743

Resíduo insolúvel (%)

<1,0

NBR 5744

Trióxido de enxofre – SO3 (%)

<3,5

NBR 5745

Óxido de cálcio livre – CaO Livre (%)

NBR 7227

Óxido de magnésio – MgO (%)

<6,5

NBR 9203

Óxido de alumínio – Al2O3 (%)

NBR 9203

Óxido de silício – SiO2 (%)

NBR 9203

Óxido de ferro – Fe2O3 (%)

NBR 9203

Óxido de cálcio – CaO (%)

NBR 9203

Equivalente alcalino (%)

Qualquer empresa, organização ou pessoas que, de alguma forma, não concordem com os dados, números e/ou imagens publicadas em nossa página, poderão sugerir as alterações, ou registrar sua opinião entrando em contato com Cimento.Org , através de nosso e-mail: faleconosco@cimento.orgnas redes sociais ou através de nosso formulário de contato.

Postado em:
22 ago 2010 às 16:32hs
Icone do Facebook Icone do Twitter Icone do Google Plus Icone do Linkedin


Outras Notícias


Parceiros