Cimento: Logística prejudicada com a GREVE

O Sindicato Nacional da Indústria do Cimento (SNIC) informa que toda a logística do setor está prejudicada, em decorrência da greve dos caminhoneiros que acontece desde o inicio da semana passada, onde apenas 5% da produção de cimento de todo o pais está sendo entregue em seus destinos. Em média, são distribuídos diariamente 200 mil toneladas de cimento no Brasil. Hoje, 96% da distribuição de cimento no país é realizada por transporte rodoviário.

Clique e faça seu testewww.ip.tv.br O IPTV Oficial do Brasil

 

Como as fábricas funcionam em regime de operação contínua, cimenteiras de todo o país estão sofrendo impactos, tanto na distribuição do produto como nas entregas dos insumos necessários à sua fabricação.

Já há uma redução nos estoques de matérias primas necessárias à produção de cimento, que é perecível e também exige condições especiais de armazenagem e transporte.

O SNIC ressalta também que, mesmo após o final da greve dos caminhoneiros, será necessário um período de ajustamento de pelo menos duas a três semanas para que o funcionamento das fábricas de cimento seja normalizado.

Além dos impactos econômicos, o SNIC alerta ainda para os desdobramentos da paralisação dos caminhoneiros para a cadeia da construção civil, afetando diretamente a manutenção dos empregos da indústria da construção civil, afetando diretamente a manutenção dos empregos da indústria da construção.

A redução anunciada nos impostos que compõem o preço do diesel, com a consequente reoneração na folha de pagamentos, deverão certamente elevar os custos de produção da indústria cimenteira, onde o maior impacto poderá ser a fixação de tabelas mínimas de fretes, que elevarão os custos das matérias primas e dos produtos acabados, já que a dependência do transporte rodoviário é elevadíssimo e mesmo quando utilizados outros modais, estes quase nunca são puros, existindo sempre as “pernas” do transporte rodoviário, tanto nas partidas como nos destinos das cargas.

Postado em:
28 maio 2018 às 12:06hs
Icone do Facebook Icone do Twitter Icone do Google Plus Icone do Linkedin


Outras Notícias


Parceiros